Saturday, June 15, 2024

The Body Shop vai vender partes da atividade na Europa e Ásia sem prejudicar Reino Unido

Must read

Traduzido por

Helena OSORIO

Publicado em



31 de jan. de 2024

A proprietária da The Body Shop, Aurelius, vai vender parte das operações da retalhista britânica de produtos de beleza éticos na Europa e na Ásia.

A proprietária da The Body Shop, Aurelius, vai vender parte das operações da retalhista britânica de produtos de beleza éticos na Europa e na Ásia – DR

A Aurelius, a empresa de capitais privados sediada na Alemanha que comprou a The Body Shop à Natura &Co do Brasil por 207 milhões de libras em novembro, assinou um acordo com “um escritório familiar internacional para vender o seu negócio na maior parte da Europa continental e em partes da Ásia”, à medida que avança para “apresentar uma forte estratégia de recuperação”, informou a Retail Week.

Partindo do princípio de que o relatório é credível, trata-se de uma medida inegavelmente ousada e mostra que o novo proprietário está a tomar medidas decisivas para tentar dar a volta a uma empresa que há algum tempo se debate com dificuldades sob a alçada de vários proprietários.

Embora os pormenores do negócio não tenham sido revelados, a venda inclui operações físicas e digitais. As secções vendidas representam cerca de 14% das vendas globais externas da marca. Não terá impacto nas operações do Reino Unido ou nos seus parceiros de franchising globais que operam a nível de país ou território, refere o relatório. 

A The Body Shop afirmou também que a mudança lhe permitiria dar prioridade a “mercados estrategicamente importantes”, uma vez que procura “criar uma marca de beleza moderna e dinâmica”.

A empresa “concentrar-se-á também em chegar mais eficazmente aos clientes, reforçando as plataformas digitais, desenvolvendo novos canais de vendas e através de experiências de retalho diferenciadas”.

O comunicado acrescenta: “A venda anunciada é mais um passo decisivo para a concretização de uma estratégia de recuperação forte, apoiada pela estrutura correta. A ambição é criar uma marca de beleza moderna e dinâmica, relevante para os clientes e capaz de competir a longo prazo”.

A venda coincide com a saída da diretora geral da The Body Shop do Reino Unido e da Irlanda, Maddie Smith. No entanto, o retalhista disse que Smith “tomou a decisão antes do Natal de sair [e] não está relacionado com as notícias de hoje sobre o acordo de venda, que não inclui o Reino Unido.

“Maddie estará na The Body Shop [até] ao início de abril, apoiando a transformação em curso e a transição de liderança.”
 

Copyright © 2024 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Latest article