Wednesday, June 19, 2024

Concorrência dá ‘luz verde’ à compra da VivaGym pela Providence

Must read

A Autoridade da Concorrência (AdC) deliberou hoje não se opor à aquisição da VivaGym, dona da cadeia Fitness Hut em Portugal, por uma sociedade controlada pela Providence Equity Partners, segundo uma nota divulgada no seu ‘site’.

Assim, hoje, o Conselho de Administração da AdC deliberou “adotar uma decisão de não oposição à operação de concentração”, uma vez que “a mesma não é suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no mercado nacional ou numa parte substancial deste”.

A Providence Equity Partners anunciou no início deste mês que chegou a acordo com a Bridges Fund Management para a compra da VivaGym, dona da cadeia Fitness Hut em Portugal e que opera 104 ginásios com mais de 315.000 membros em Portugal e Espanha.

“A Providence Equity Partners (“Providence”), uma das principais gestoras de fundos de capital de risco especializada em investimentos nos setores dos media, comunicações, educação e tecnologia, anuncia hoje ter chegado a acordo para a aquisição do Grupo VivaGym, um operador líder ibérico de ginásios ‘low cost’, à Bridges Fund Management, um investidor em sustentabilidade e impacto”, lê-se num comunicado.

O acordo estava sujeito às condições habituais e regulamentares de fecho, incluindo a aprovação pelas autoridades da concorrência portuguesas e espanholas, estando a conclusão da operação – cujo valor não foi divulgado – prevista para antes do final do segundo trimestre de 2024.

De acordo com as informações divulgadas, “a equipa de gestão do VivaGym, que continuará a liderar o negócio após o investimento, reinveste juntamente com a Providence, e os fundos geridos pela Ares Management Corporation, o principal financiador do VivaGym, continuarão a ser um financiador”.

A Bridges investiu pela primeira vez no VivaGym em 2015, quando tinha apenas 15 ginásios em Espanha, tendo entretanto expandido a sua atividade através de novas aberturas e aquisições estratégicas, nomeadamente a entrada no mercado português, com a compra do Fitness Hut, e a compra do Duet Fit e do Happy Gym em Espanha.

As receitas totais do grupo VivaGym atingiram os 93,2 milhões de euros em 2023, registando um crescimento de 23% em comparação com 2022. Em Portugal, as receitas ascenderam aos 35,9 milhões de euros, face a 23,9 milhões de euros no ano anterior.

Latest article