Sunday, May 19, 2024

The Body Shop vai fechar quase metade das suas 198 lojas no Reino Unido

Must read

Por

EFE

Traduzido por

Novello Dariella

Publicado em



21 de fev. de 2024

A cadeia de cosméticos The Body Shop, que entrou em falência este mês, vai fechar quase metade das suas 198 lojas no Reino Unido e cortar cerca de 270 empregos na sua sede, informaram os seus administradores, FRP.

A The Body Shop vai fechar quase metade das suas 198 lojas no Reino Unido – Reuters

A The Body Shop emprega cerca de 2.200 pessoas no Reino Unido, das quais 750 trabalham na sede.

Das lojas que vão fechar imediatamente, quatro estão localizadas em Londres, onde os arrendamentos são mais elevados, e as demais estão nas cidades inglesas de Nuneaton, Ashford e Bristol.

As demais lojas e o ecommerce continuarão a funcionar normalmente enquanto que a empresa dá sequência ao seu processo de reestruturação.

A The Body Shop foi criada no final dos anos 70 pela empresária Anita Roddick, que abriu o seu primeiro negócio na cidade de Brighton, no sul de Inglaterra.

Quando entrou em falência na semana passada, os administradores disseram que esta situação proporcionava “a estabilidade, flexibilidade e segurança para encontrar os melhores meios para garantir o futuro” da cadeia.

A situação difícil da rede tornou-se conhecida depois que os novos proprietários, a empresa europeia de private equity Aurelius, assumiram o controlo do negócio.

A The Body Shop, que Roddick vendeu originalmente em 2006 à L’Oreal, enfrentou muitos desafios financeiros, coincidindo com um ambiente comercial difícil para o setor retalhista. 

O sucesso da rede – criada em 1976 – transformou-a numa marca global, pioneira no comércio ético e posicionada contra testes de produtos cosméticos em animais.
 

© EFE 2024. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.

Latest article