Wednesday, June 19, 2024

Morreu o designer de moda Manuel Alves, da dupla Alves/Gonçalves

Must read

O designer português Manuel Alves, da dupla de moda Alves/Gonçalves que ficou conhecida como “os Manéis”, morreu esta terça-feira no Hospital da Luz, vítima de cancro, confirmaram à agência Lusa amigos do estilista. Tinha 72 anos de idade.

Segundo uma amiga da família, Cila Carmo, o designer de moda Manuel Alves, morreu esta terça-feira ao final da manhã no Hospital da Luz, em Lisboa, vítima de cancro, e o velório deverá ser na quarta-feira, na capela das Amoreiras, em Lisboa.

A marca Alves/Gonçalves confirmou a morte do designer de moda ao início tarde através de comunicado. “No coração dos seus familiares, amigos, alunos e clientes fica a memória do seu espírito livre e da estética irrepreensível que o transformaram numa referência incontornável da Moda em Portugal.”

Manuel Alves nasceu em Montalegre, no distrito de Vila Real (Trás-os-Montes) e partilhava com José Manuel Gonçalves o trabalho e a vida. Formaram uma dupla em 1984, quando ambos decidem inaugurar duas lojas no Bairro Alto, em Lisboa, para venderem as suas criações de homem e mulher. No ano seguinte viriam a apresentar as suas propostas no Palácio do Correio Velho e foi o início de muitas apresentações ao longo de anos. Vestiram a elite nacional e inúmeras personalidades bem conhecidas do público.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Manuel Alves e José Manuel Gonçalves criaram a marca de moda portuguesa Alves/Gonçalves, com a qual apresentaram coleções em ambas as semanas de moda nacionais, tanto na ModaLisboa como no Portugal Fashion. A par da criação de moda também trabalharam com a indústria, mais precisamente entre 1989 e 1992, com a qual criaram várias marcas para o mercado nacional e internacional, segundo se pode ler no site da marca.

A dupla também desenhou uniformes para empresas como a companhia aérea portuguesa TAP e a operadora telefónica Vodafone, assim como figurinos para cinema, teatro e bailado, tendo ainda desenvolvido uma linha de cerâmica e outra de joias e acessórios. Em 2008 também criaram um selo para os Correios de Portugal.

Entre 1991 e 2013, o designer de moda foi professor convidado da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, onde lecionou a cadeira de Design de Moda.

Em 2010, o Museu do Design e da Moda (MUDE), em Lisboa, fez uma retrospetiva sobre o trabalho e carreira da dupla de criadores.

Com o apoio do Portugal Fashion, a dupla desfilou as suas coleções em várias semanas da moda internacionais, designadamente São Paulo e Nova Iorque.

Numa entrevista ao jornal Público em 2023 refletiu sobre o estado atual da moda. “O mercado está saturado e hoje o poder quer sempre mais novidade, e isto é terrível, porque mesmo que o designer seja muito bom, ao fim de três anos tem de se ir embora”, disse Manuel Alves. “O capital domina tudo, e o mercado quer surpreender constantemente, a uma velocidade alucinante. Não sei quanto tempo a moda se aguenta assim… Hoje, o designer é um empregado, não é um criador, nem tem liberdade.”

Em 2020 a dupla de designers foi galardoada com um Prémio Men of the Year da revista GQ e Manuel Alves falou à revista sobre o trabalho da dupla e a longevidade da marca. “Se nós não estivermos em sintonia com o tempo que estamos a viver e não o surpreendermos, então não vale a pena existirmos enquanto designers.” Disse ser uma preocupação estar a par do que se passa no mundo em vários aspetos, “artístico, cultural, musical, até – porque nós ligamos muito à música”, confessou Manuel Alves. “Temos quadros por todo o lado, temos mil e tal peças de cerâmica… Somos muito hedonistas. Gostamos das coisas belas, do prazer. E nem falo do prazer físico, falo do prazer emocional, de ver coisas bonitas à nossa volta, de ter experiências do olfato, do tato.”

Em 2021, Manuel Alves falou com o Observador a propósito de um leilão com peças de arte e design da dupla, a “Colecção Alves/Gonçalves”. “Esta pandemia fez-nos passar mais tempo no espaço e olhar para o que fomos amontoando. A verdade é que não faz sentido ter tantas coisas e, a certa altura, surge a necessidade de mudar. Como designer, tenho de inventar novas soluções — a nível de vestuário, de estilo de vida e da minha própria casa. Não sou o tipo de pessoa que nasce e morre no mesmo sítio, com os mesmos objetos”, disse o designer de moda ao Observador.

O último desfile da dupla Alves/Gonçalves no Portugal Fashion terá sido em outubro de 2022 e a coleção primavera/verão 2023 pode ser vista neste vídeo partilhado pelo canal do FF Channel no Youtube.

A Ministra da Cultura, Dalila Rodrigues, expressou o seu “profundo pesar pelo falecimento de Manuel Alves” numa nota enviada à comunicação social.

O Portugal Fashion prestou homenagem a Manuel Alves com uma publicação no Instagram. “A moda portuguesa fica mais pobre. E menos alegre, menos criativa e mais cinzenta. Morreu o Manuel Alves, e com ele uma parte da história da moda nacional, da irreverência, do profissionalismo e da boa disposição que lhe corria nas veias. Ficam as memórias dos desfiles sempre cénicos, do trabalho perfeccionista e intemporal. Ficam as gargalhadas. Adeus, Manel. E obrigado!”

Latest article