Thursday, May 23, 2024

Judy Sanderson vence grande prémio Fonds de Dotation Maison Mode Méditerranée

Must read

Publicado em



16 de fev. de 2024

A moda made in Portugal volta a ser reconhecida. Depois de, em anos anteriores, destacar o trabalho de criadores lusos como Luís Carvalho ou Katty Xiomara, o prémio Fonds de Dotation Maison Mode Méditerranée acaba de anunciar a designer sul-africana Judy Sanderson, radicada no Porto, como vencedora do grande prémio na temporada 2024-26.

Fotografia: @rubenbranchesphoto – Facebook Judy Sanderson

Presença assídua no calendário oficial do Portugal Fashion desde que se estrou no evento através da parceria com o projeto Canex, Judy Anderson foi anunciada como vencedora da bolsa “Global Fashion Brand”, considerada o grande prémio da competição.
 
Formada no Raffles International College Hong Kong Fashion Design, Judy Sanderson desenvolve coleções que “celebram a herança africana das suas origens e as suas experiências na Ásia e na Europa, oferecendo assim uma fusão cultural única”, destaca o o Fonds de Dotation MMM. A organização sublinha ainda a abordagem eco-responsável da marca homónima da criadora sul-africana, que produz cada peça a menos de 45 quilómetros do seu atelier no Norte de Portugal.

Graças a este reconhecimento, a designer conquista um prémio de 40 mil euros e durante o período de dois anos receberá um apoio para o desenvolvimento da sua marca no que diz respeito a imagem, comunicação, eventos e produção.
  

Judy Sanderson – Fotografia: Facebook Judy Sanderson

Em comunicado, o Fonds de Dotation MMM indica que esta edição recebeu mais de uma centena de candidaturas de 11 países do Mediterrâneo e da África francófona. Além da bolsa Global Fashion Brand entregue a Judy Sanderson, a iniciativa reconheceu ainda a marca marroquina Zoubida (bolsa  Craft & Commitment), a investigadora italiana Monica Titton (bolsa Recherche Scientifique) e a marca francesa XYLOMANCIA (bolsa Culture & Heritage). Adicionalmente, foram entregues três bolsas parceiras: o “Tajima Fashion Tech Prize” (atribuído à francesa Mélanie Gomis da marca Gomis, que foi duplamente galardoada, já que recebeu também o prémio “Fashion Enthusiasm”); a bolsa “Fragonard Mode, Patrimoine(s) et Modernité” (conquistado pelo designer de origem turca Burc Akyol) e a bolsa “Antik Batik Culture et Artisanat” (atribuída a Mossi Traoré, fundador da marca de moda francesa Mossi).Por fim, além da Gomis o prémio “Fashion Enthusiasm” reconheceu também a marca senegalesa Maison Kébé, fundada por Cheikh Kébé, e a marca homónima do libanês Salim Azzam.
 
Fundada em Marselha, França, em 1988, a Maison Mode Méditerraneé (MMM) apoia desde a sua origem talentos emergentes da região mediterrânica. Em 2010, criou para esse efeito a competição OpenMyMed Prize, que ao longo de uma década proporcionou mentoria a mais de uma centena de criadores, entre os quais Katty Xiomara, Luís CarvalhoSusana Bettencourt, Nuno Baltazar, Say My Name, White Tent e  Aleksandar Protic. Em 2020, a MMM transformou-se em Fonds de Dotation Maison Mode Méditerranée com o intuito de contribuir para a preservação e transmissão do artesanato e do património cultural do mundo mediterrânico.

Copyright © 2024 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Latest article