Wednesday, July 17, 2024

Hoteleiros com expectativas positivas para o verão

Must read

De acordo com o ECO, a maioria dos hoteleiros tem reservas acima de 50% para o verão, o que significa que as expectativas para a alta temporada são positivas, de acordo com os resultados de uma pesquisa da Associação Hoteleira Portuguesa (AHP).

“As expectativas da nossa indústria hoteleira para a alta temporada são muito positivas em geral”, afirmou a presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira, em conferência de imprensa para apresentar dados de uma pesquisa realizada entre os membros, sobre as perspectivas para o verão.

Em relação ao mês de junho, 70% dos entrevistados indicaram uma taxa de reserva entre 50% e 89% e, para 43% dos hoteleiros que responderam, a taxa de reserva estava acima de 70%. A Madeira se destacou com quase todos os entrevistados apresentando uma taxa de reserva acima de 70%, seguida pelos Açores com 86% dos entrevistados registrando reservas acima de

70%.

Para julho, a nível nacional, 67% dos inquiridos registaram uma taxa de reserva entre 20% e 69%, mas nos Açores, quase todos os inquiridos indicaram reservas acima de 70%, e na Madeira, 98% têm reservas acima de 50%. No sentido oposto, no Alentejo, apenas metade dos inquiridos tem reservas superiores a 20%, sendo esta a região com a menor taxa média

de reserva.

Em agosto, considerado o mês forte para o turismo, 63% dos entrevistados registraram reservas entre 20% e 69%, com os Açores novamente em destaque, pois todos os entrevistados indicaram que já têm reservas acima de 70%. Na Madeira e no Algarve, a grande maioria tem taxas de reserva acima de 50% para agosto.

O

Alentejo continua a ter as taxas de reserva mais baixas também em agosto, com mais de metade dos inquiridos a registar reservas abaixo de 50%. Em setembro, mais da metade dos entrevistados nos Açores (71%) relataram taxas de reserva acima de 70%, enquanto na Madeira quase todos relataram taxas

acima de 50%.

No Algarve, metade dos inquiridos tem reservas superiores a 50% para o último mês do verão, enquanto quase todos os inquiridos do Centro e 76% dos inquiridos do Alentejo têm reservas abaixo dos 50%. Em relação aos principais mercados, 73% dos entrevistados indicaram o mercado nacional nos três primeiros lugares, como o Reino Unido (52% da amostra) e Espanha (45% dos entrevistados), seguido pelos Estados Unidos da América e Alemanha, com 38% e 31%,

respectivamente.

Os membros da AHP também foram questionados sobre as expectativas para os principais indicadores das operações hoteleiras, em comparação com o verão de 2023, com 89% da amostra respondendo que preveem uma taxa de ocupação igual ou melhor, sendo o Centro e a Península de Setúbal os mais otimistas.

Quanto ao preço médio, 76% dos entrevistados esperam que seja melhor do que no ano passado e, finalmente, em relação à renda total e à renda do quarto, 68% da amostra espera que seja melhor ou muito melhor. A pesquisa ocorreu de 20 a 31 de maio e recebeu respostas de 378 estabelecimentos turísticos associados à

AHP.

Latest article