Thursday, May 23, 2024

Emprego na construção aumentou 5,8% em 2023 – e salários 12,4%

Must read

Apesar dos elevados custos dos materiais e mão de obra durante 2023, a construção em Portugal manteve-se produtiva. Quem o diz é o Instituto Nacional de Estatística (INE), indicando que a produção na construção cresceu 5,8% durante o ano passado, mais 3,5 pontos percentuais do que no ano anterior. Também houve mais emprego e melhores salários na construção durante 2023.

“No conjunto do ano 2023, a produção na construção cresceu 5,8% (2,3% em 2022). O emprego e as remunerações apresentaram variações médias anuais de 4,9% e 12,4%, respetivamente (2,7% e 7,1% no ano anterior)”, revela o INE no boletim publicado esta quarta-feira, dia 14 de fevereiro.

Em dezembro, o índice de produção na construção em Portugal apresentou um crescimento homólogo de 5,4%, um valor superior em 0,1 p.p. ao observado em novembro, determinado pela aceleração registada na Engenharia Civil:

  • construção de edifícios manteve um aumento de 4,0%;
  • engenharia civil acelerou 0,3 p.p., para 7,6% no mês em análise.

No que diz respeito ao emprego na construção, o INE revela que se registou um aumento homólogo de 3,9%, muito embora se tenha observado um abrandamento pelo quinto mês consecutivo. Quanto às remunerações, verificou-se uma variação homóloga de 10,9%. Isto quer dizer que também os salários na construção em Portugal voltaram a subir no final de 2023, mas menos do que em novembro (12,3%).

“A variação mensal do emprego foi -0,4% (-0,1% em dezembro de 2022), enquanto a das remunerações fixou-se em 0,4% (1,7% no mesmo mês de 2022)”, conclui ainda o instituto.

Latest article