Saturday, June 15, 2024

Congresso Mundial de Alergia vai realizar-se em Portugal pela primeira vez

Must read

Portugal vai receber, pela primeira vez, o Congresso Mundial de Alergia. A grande novidade foi revelada à Just News por Ana Morête, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) e não há dúvida quanto à sua importância e significado.

“É uma honra para nós termos sido escolhidos para acolher o evento e é uma mais-valia para a SPAIC ver o seu prestígio reconhecido pela World Allergy Organization (WAO)”, afirma a médica, que é diretora do Serviço de Imunoalergologia do Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV).


Ana Morête

De acordo com a responsável, “este será um evento muito importante para a Imunoalergologia em Portugal e para o envolvimento dos nossos sócios e dos jovens”, considerando que “são programas como este que estimulam o intercâmbio de realidades e que colocam a Imunoalergologia no ponto em que ela tem de ser entendida pelos nossos colegas”.

E acrescenta: “Queremos chamar a atenção da Medicina Geral e Familiar e de todos os nossos parceiros de outras especialidades para a possibilidade, em conjunto, resolvermos questões práticas relacionadas com o doente imunoalérgico. Espero que seja um acontecimento com uma vertente muito prática e formativa”.

Ana Morête faz ainda questão de salientar o papel de um colega nesta conquista:

“É fruto também da atuação do Dr. Mário Morais de Almeida, o atual presidente eleito da WAO, que, orgulhosamente, quis envolver o seu país na organização do evento. Assim, vamos criar as comissões organizadora e científica e definir o programa e o local.”

“Mantemos laços fortes com sociedades congéneres internacionais”

Portugal vai receber o Congresso Mundial de Alergia em outubro de 2024, evento que decorrerá em simultâneo com a 45.ª Reunião Anual da SPAIC e ainda com o 49.º Congresso de Alergia e Imunologia da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

Esta ligação com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) já vem de há vários anos e tem sido “extremamente interessante”, conforme explica Ana Morête, que sabe bem do que fala, pois presidiu à SLBAIC entre 2017 e 2019, acumulando na altura o cargo com a de secretária adjunta da SPAIC.

Na sua opinião, as realidades dos dois países são muito distintas: “O Brasil é um país muito grande e heterogéneo, que não tem a Imunoalergologia tão sustendada. Lá, esta não é uma especialidade de raiz. Primeiro, os médicos especializam-se em Pediatria ou Medicina Interna e depois fazem dois anos de formação em Imunoalergologia.”

Por outro lado, e apesar de haver “vários pontos em comum”, o facto é que “os alergénios são diferentes, a abordagem da imunoterapia tem uma influência americana e a forma de organização é díspar, precisamente pela maior dimensão do país.”

A SPAIC mantém também uma ligação muito especial com a Sociedad Española de Alergologia e Imunología Clínica (SEAIC), “que tem vindo a intensificar-se”. Como resultado, e entre outras ações projetadas, a 10 e 11 de março será realizado o I Congresso Ibérico das duas sociedades, sendo que “o tema central será o uso de terapêuticas biológicas em patologia respiratória e cutânea”.

Para a responsável pela SPAIC, fica evidente que, “apesar de sermos um país pequeno, mantemos fortes laços com sociedades congéneres internacionais”. E essa relação, que resulta do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo dos anos, “é muito importante para o crescimento e para a notoriedade de qualquer Sociedade.”

Desde 2011 a contribuir para o crescimento da SPAIC

Ana Morête tomou posse como presidente da SPAIC a 3 de dezembro de 2022 e tem pela frente três anos de mandato, sucedendo a Manuel Branco Ferreira. Desde 2011 que pertence aos Corpos Sociais da SPAIC, “primeiramente fazendo parte da Comissão Verificadora de Contas, sob a presidência do Dr. Mários Morais de Almeida, no triénio 2011-2013”.

Posteriormente, integrou as três direções seguintes, enquanto secretária-adjunta e vice-presidente, e esse percurso culminou, agora, na presidência da Sociedade.


A entrevista completa com Ana Morête pode ser lida na LIVE Especial Alergologia e Imunologia Clínica 2023, que será lançada muito em breve.

Latest article