Saturday, May 18, 2024

Sangue Novo: Bárbara Atanásio e Isza vencem concurso na ModaLisboa For Good

Must read

Publicado em



11 de mar. de 2024

Bárbara Atanásio e Isza destacaram-se de entre os seis finalistas do concurso Sangue Novo ‘supported by Seaside’, deixando para trás Diogo Mestre, Gabriel Bandeira (M.Plateau), Maria do Carmo Studio e Çal Pfungst.​ Se para Isza o galardão foi uma certeza, Bárbara confessou ter ficado surpreendida.

Bárbara Atanásio e Isza – Foto: Helena Osório

Este primeiro desfile que abriu a 62.ª edição da ModaLisboa, no Pátio da Galé, culminou na final do concurso de jovens talentos, que destacou a bracarense Isza (ou Ana Luísa Marinho, de batismo) com o prémio ModaLisboa x IED – Istituto Europeo di Design, que consiste num curso de mestrado em Fashion Brand Management no IED de Florença, Itália, no valor de 24.000 euros, e uma bolsa de 4.000 euros. A coleção da marca Isza, composta por seis coordenados, foi preparada ao longo dos últimos seis meses.

Por sua vez, Bárbara Atanásio conquistou o prémio ModaLisboa X RDD Textiles, que inclui “um estágio de três meses na RDD Textiles, em Barcelos, onde terá a oportunidade de desenvolver uma coleção para a RDD com materiais da Valérius 360 (centro de reciclagem da Valérius) e uma coleção em nome próprio para apresentar na plataforma Workstation da Lisboa Fashion Week”, especifica a Associação ModaLisboa, acrescentando que a designer lisboeta receberá também uma “bolsa de 1.750 euros para o desenvolvimento desta nova coleção” a apresentar na próxima edição de outubro.

Isza – Foto: Helena Osório

“Estava confiante que fiz um bom trabalho. A expressão artística vem do coração, portanto estava segura do meu trabalho”, diz Isza à FashionNetwork.com, após o desfile onde foi agraciada.

“Não estava nada à espera. Não tinha pensado de todo em participar no concurso quanto mais chegar tão longe, portanto estou muito contente”, contrapõe Bárbara Atanásio.

“Em geral gosto mais da versão colaborativa do que da versão concurso mas por um lado quis participar mesmo que não seja da forma que eu quero. Ao mesmo tempo que acreditei conseguir fazer, entrei e até correu bem”.

“São considerados os dois primeiros lugares porque são prémios diferentes”, explica-nos melhor Bárbara.

Isza – Foto: Helena Osório

“Estou a tentar criar uma androginia, entrar no no gender“, prossegue Isza. “Mais de metade da minha coleção foi feita em tecnologia de impressão 3D porque é o que estou a tentar trazer para a moda, uma alternativa aos materiais que já existem. A minha coleção é assim baseada nisso, na investigação da impressão 3D”.

“Dizem que há uma estação, e por expressão artística somos livres de escolher”, acrescenta a que é afinal a grande vencedora do concurso pela experiência de se deslocar a Florença e aprender numa das melhores escolas de moda do mundo. Isza pode ser contactada por E-mail disponível no site da ModaLisboa e/ou por Instagram, em @i.isza. A sua coleção prima pela paleta neutra com apontamentos de verdes e azuis.

Bárbara Atanásio – Foto: Helena Osório

“O meu processo criativo deriva muito do conceito. Penso muito nesse conceito e faço a pesquisa. Quase como uma cascata que flui”, continua Bárbara Atanásio, em conversa exclusiva com a FashionNetwork.com, no pós-show. “Nesta coleção o meu conceito foi a ‘Neo Nostalgia’, a qual busquei em tribos urbanas que existem. Depois chegaram peças chaves dessas tribos, prints chave, etc. Foi sempre muito fluído”. 

“É tudo muito virado para a sustentabilidade. A coleção é quase 100% matérias-primas naturais o que não é são dead stocks e tentei sempre fazer um reaproveitamento de matérias-primas que iam para o lixo de outra forma.”

Bárbara Atanásio – Foto: Helena Osório

A paleta das suas propostas masculinas é monocromática, com algumas cores chave (como ressalva). Sendo que, neste momento, Bárbara Atanásio faz peças por encomenda, podendo ser contactada via site e/ou conta de Instagram em @barbara.atanasio.
 

Copyright © 2024 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Latest article