Saturday, June 22, 2024

Ministro das Finanças salienta BEI como parceiro na aceleração do investimento

Must read

  • Ministro de Estado e das Finanças reuniu-se, no Porto, com a Presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), Nadia Calviño
  • O Governo português e o BEI debateram as prioridades estratégicas e oportunidades de financiamento para reforçar a competitividade da economia

O Ministro de Estado e das Finanças, Joaquim Miranda Sarmento, e a Presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI). Nadia Calviño, estiveram reunidos hoje, no Porto, para aprofundar relações e refletir sobre como o Grupo BEI pode reforçar o apoio ao país, através de investimentos estratégicos.

Esta reflexão centrou-se nas prioridades estratégicas do BEI e nas oportunidades de financiamento para fazer avançar a transição ambiental e digital em Portugal, promover a coesão, reforçar a competitividade das PME portuguesas e apoiar o desenvolvimento de infra-estruturas fundamentais para o país, como a habitação a preços acessíveis, as infra-estruturas de ensino ou os transportes sustentáveis.

Para o Ministro do Estado e das Finanças, Joaquim Miranda Sarmento, “o Banco Europeu de Investimento tem sido e é um parceiro determinante para o desenvolvimento e promoção do investimento no nosso país. O encontro que tive com a Presidente Nadia Calvino foi precisamente no sentido de aprofundar esta relação e parceria estratégica, para que possamos potenciar o investimento em Portugal e acelerar a implementação dos fundos europeus, em particular o PT2030 e o PRR.”

“O BEI é um parceiro muito próximo de Portugal, apoiando investimentos estratégicos em infraestruturas essenciais, nas áreas da saúde, educação e habitação, bem como no âmbito do seu promissor ecossistema empresarial. Orgulho-me de ver o nosso trabalho traduzido em projetos que geram crescimento económico, emprego e progresso em benefício dos cidadãos portugueses”, afirmou a Presidente do BEI, Nadia Calviño.

Só no ano passado, o Grupo BEI concedeu 2,1 mil milhões de euros em financiamento a projetos em Portugal, o que representa um aumento de mais de 25% em relação ao ano anterior. Cerca de metade deste financiamento destinou-se a PME.

Desde o início das operações no país, o BEI assegurou mais de 56 mil milhões de euros para financiamento de projetos.

Latest article