Sunday, May 26, 2024

Irão ataca e apreende o navio com bandeira portuguesa MSC Aries; MNE pede esclarecimentos a Teerão

Must read

O Irão apreendeu um navio esta manhã, no estreito de Ormuz, ao largo do Golfo de Omã, tendo os militares da Guarda Revolucionária justificado que se trata de uma embarcação “ligada a Israel”. A AP adianta que o navio em causa é o MSC Aries, de bandeira portuguesa, um navio porta-contentores associado à Zodiac Maritime, com sede em Londres. A Zodiac Maritime faz parte do Zodiac Group, do multimilionário israelita Eyal Ofer. O Governo português diz estar a acompanhar a situação do navio apresado pelas forças militares iranianas no Estreito de Ormuz, garante que não há cidadãos portugueses a bordo e já pediu esclarecimentos a Teerão.

Numa nota à imprensa, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português confirma tratar-se de um navio de carga, o MSC Aries, com pavilhão português (registo na Região Autónoma da Madeira), sendo a empresa proprietária a Zodiac Maritime Limited, com sede em Londres.

No comunicado é indicado que o acompanhamento da situação está a ser feito sob coordenação direta do gabinete do primeiro-ministro, envolvendo os ministérios dos Negócios Estrangeiros, da Presidência, da Defesa Nacional e da Economia. “Não há registo de cidadãos portugueses a bordo, seja tripulação ou comando. O Governo português está em contacto com as autoridades iranianas, tendo pedido esclarecimentos e solicitado informações adicionais”, refere o Governo.

A empresa Zodiac Maritime também confirmou ser proprietária do navio apreendido, MSC Aries. O navio foi abordado pelas autoridades iranianas de helicóptero ao passar pelo Estreito de Ormuz às 02:34 locais (03:34, em Portugal continental). Depois, o navio foi desviado para o Irão, com 25 tripulantes a bordo. “Estamos a trabalhar em estreita colaboração com as autoridades relevantes para garantir o seu bem-estar e o regresso seguro do navio”, esclarece, em comunicado, a Zodiac Maritime.

A agência de notícias estatal do Irão confirma que um helicóptero das forças especiais da Marinha abordou o navio de bandeira portuguesa e apreendeu-o, estando agora o cargueiro a ser transferido para águas territoriais do Irão. O navio de bandeira portuguesa MSC Aries fazia a ligação entre os Emirados Árabes Unidos e a Índia.

A AP já tinha adiantado que os detalhes de embarque do cargueiro capturado correspondem ao do navio português. O helicóptero envolvido deverá ter sido usado pela Guarda Revolucionária paramilitar do Irão, que realizou outros ataques semelhantes a navios anteriormente. De acordo com a agência de notícias, o MSC Aries foi localizado pela última vez perto do Dubai, seguindo em direção ao estreito de Ormuz. O navio desligou os dados para não ser rastreado, uma prática que se tornou comum para navios afiliados a Israel que passam pela região.

Um porta-voz militar israelita já respondeu depois da captura. do navio. “O Irão arcará com as consequências, por escolher agravar ainda mais a situação”, disse Daniel Hagari. “Israel está em alerta máximo. Aumentámos a nossa prontidão para proteger Israel de novas agressões iranianas.Também estamos preparados para responder.”

O Irão já tinha avisado que poderia tentar suspender o tráfego marítimo naquela área. Washington e Telavive acreditam que um ataque iraniano em solo israelita está iminente.

Latest article