Friday, May 24, 2024

Decenio veste olímpicos portugueses com amor

Must read

Por

Portugal Textil

Publicado em



10 de mai. de 2024

Os trajes que os atletas portugueses vão vestir nos Jogos Olímpicos Paris 2024, desenhados e produzidos pela Decenio, foram apresentados esta semana. Entre as inspirações estão os tradicionais lenços dos namorados.

©Decenio

Os trajes formais, da autoria da Decenio, e os equipamentos, produzidos pela Joma, foram revelados no passado dia 7 de maio no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, uma localização icónica por ser, como destacou o Comité Olímpico, «uma das portas de saída dos atletas da Equipa Portugal rumo a Paris».

Os atletas Filipa Martins (ginástica), Bárbara Timo e Patrícia Sampaio (judo), Angélica André (natação), Eliana Bandeira, Rui Pinto, Susana Godinho, Pedro Buaró, Tiago Pereira e Evelise Veiga (atletismo), Eduardo Marques (vela) e Miguel Frazão (esgrima) envergaram os novos coordenados, que assumem o amor como conceito principal.

«O amor é o conceito de base a partir do qual a Joma, para os equipamentos desportivos, e a Decenio, para os trajes, desenvolveram o seu trabalho (…) como resposta a um mundo que atravessa guerras, vive em tensões geopolíticas, tem de responder a emergências climáticas, crises humanitárias e desafios económicos», sublinhou o Comité Olímpico.

A coleção da Decenio procura combinar elegância, sofisticação e portugalidade, enquanto a coleção da Joma transmite força, tecnologia e qualidade.

«Mais do que vestir os atletas, a Decenio quis enviar uma mensagem de amor a todo o mundo, numa altura de tantas guerras e conflitos. Para isso, abraçou uma tradição muito portuguesa e original – as mensagens de amor dos bordados populares – que serviu de inspiração para o padrão exclusivo presente em algumas das peças e que se tornou a imagem de marca dos trajes da Equipa Portugal», explica a Decenio.

«No coração de todos os portugueses», «coragem», «esforço» «dedicação», «vitória» e «orgulho» são algumas das frases e palavras que se podem ler nas peças, quer no exterior dos polos, quer no forro dos fatos mais formais.

A Decenio tinha já anunciado em agosto do ano passado que tinha aceitado «o desafio de vestir os atletas olímpicos nas cerimónias de abertura e encerramento da competição, assim como noutros momentos formais e informais, assumindo-o com um grande sentido de responsabilidade, tal como fez nos últimos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020».

Latest article