Wednesday, June 19, 2024

Costa volta para o “clube” dos comentadores em novo canal de TV

Must read

Ricardo Lopes / RTP

Depois de regressar às aulas, outro regresso para o ex-primeiro-ministro: volta ao comentário político, que abandonou em 2014. Tudo vai acontecer no novo canal televisivo da Medialivre, a dona do CM, CMTV e Jornal de Negócios.

António Costa vai regressar ao comentário político em serviço do novo canal de televisão da Medialivre, dona do Correio da Manhã, CMTV e do Jornal Negócios.

A contratação do ex-primeiro-ministro foi dada como “certa” por Luís Marques Mendes este domingo no comentário habitual na SIC Notícias.

“Devemos saudar a sua vinda [de António Costa] até aqui, a este clube [de comentadores], disse Marques Mendes. “Uma grande contratação“, acrescentou a jornalista moderadora Clara de Sousa.

A notícia surge numa altura em que António Costa tem sido apontado ao cargo da presidência do Conselho Europeu, depois de se ter afastado da vida política após a sua demissão como primeiro-ministro.

No entanto, o processo de investigação que o envolve caiu recentemente do Supremo Tribunal de Justiça para o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) de Lisboa. A decisão pode levar a um atraso no processo e, assim, cortar as pernas de Costa, que tem o sonho de seguir uma carreira política na União Europeia.

O antigo líder do PS regressou recentemente à vida académica para tirar o curso de Contencioso Contratual, Mediação e Arbitragem na Universidade Católica de Lisboa, casa da sua pós-graduação em Estudos Europeus.

Naquele que assinala o seu regresso às cadeiras da televisão, que ocupou entre 2008 e 2014 no programa da SIC “Quadratura do Círculo”, a aquisição de António Costa foi noticiada este domingo pelos media detidos pela Medialivre, CM e Negócios, embora a antiga Cofina Media não tenha feito qualquer comentário face à revelação de Marques Mendes.

O lançamento do novo canal televisivo, que procura fazer concorrência à SIC Notícias e CNN Portugal, foi revelado no mês passado pelo jornal ECO, depois de o CEO do grupo, Luís Santana, anunciar a intenção de novos investimentos em projetos estratégicos no evento “Medialivre TOP 30 anunciantes”.

Latest article