Sunday, May 26, 2024

As melhores zonas do país para viver a reforma em Portugal

Must read

Depois de quatro ou cinco décadas de trabalho e poupança, quando chega finalmente a idade da reforma, procuras, naturalmente, uma vida mais confortável e tranquila, com muitos sorrisos e pouco stress.

Portugal apresenta uma posição de destaque mundial e é considerado um destino seguro, de belas paisagens e com um bom clima. A qualidade dos cuidados de saúde e o custo de vida são aspetos importantes a considerar, quando se pensa em mudar de cidade para aproveitar a reforma

Desde vilas de pescadores, resorts na praia, refúgios nas montanhas, cidades vibrantes e ilhas com paisagens maravilhosas, aqui oferecemos-te todas as ferramentas para que possas planear a reforma e sonhar com os anos que faltam até lá.

As melhores cidades para viver a reforma em Portugal 

Queres ter uma reforma e desfrutar da melhor fase da tua vida em Portugal? Neste artigo, encontras um ranking com as melhores cidades para viver enquanto reformado de forma descansada.

Lisboa e Porto não entram neste ranking. Apesar de serem consideradas constantemente como as melhores cidades para morar, ambas são cidades saturadas, lotadas de turistas e com um custo de vida em cada vez mais alto. Mas, apesar de não estarem no ranking, ainda são boas cidades para viver, sobretudo para quem ainda está na fase trabalhadora, visto que juntas detêm as maiores oferta de emprego em Portugal.

Segundo a pesquisa no ranking do International Living, atualizado em 2023, as melhores cidades para viver a reforma em Portugal, são:

Setúbal 

Localizada a 40 km de Lisboa, Setúbal está entre as melhores cidades para reformados em Portugal. Com uma atmosfera acolhedora que vem atraindo bastante esse público, a cidade tem uma localização bem privilegiada com muita natureza ao seu redor, devido ao Parque Natural da Arrábida e praias deslumbrantes de água azul-turquesa.

O clima também ajuda e é um ponto a favor para Setúbal, com invernos mais amenos e verões quentes, os aposentados podem desfrutar de uma cidade com boa infraestrutura, cheia de restaurantes para se deliciar com a rica gastronomia, especialmente em peixes e frutos-do-mar, mercados tradicionais e cafés.

A sua proximidade com Lisboa também é um atrativo e conta com uma ótima rede de transportes públicos para a capital. Sem dúvida, morar em Setúbal é desfrutar uma ótima qualidade de vida durante a aposentadoria.

Arcos de Valdevez

O município de Arcos de Valdevez está situado apenas 40 minutos a sul da fronteira sul da Galiza, e 40 minutos a norte da cidade de Braga, considerada o centro de Portugal, que é também o lar da catedral mais antiga do país.

Arcos de Valdevez fornece modernidade aliada a uma confortável quietude. Aninhada no campo, a aldeia de 22.000 habitantes encontra-se praticamente na fronteira do Parque Nacional da Peneda-Gerês, que ostenta colinas escarpadas, acampamentos de primeira classe, e excelentes trilhos para caminhadas.

Qualquer pessoa que pretenda viver a reforma em Portugal, numa cidade tranquila mas com muito para explorar, deve ter em consideração Arcos de Valdevez.

Aveiro

Aveiro é conhecida como a Veneza de Portugal devido à sua bela rede de canais. Sendo uma pequena cidade com uma população de aproximadamente 73.000 habitantes, é muito menos agitada do que qualquer metrópole, embora a maior cidade do Porto esteja a apenas 45 minutos de carro. 

O apelido de Veneza portuguesa dá-se pelos canais e moliceiros que percorrem a região central oferecendo passeios aos turistas. Portanto, é uma cidade para quem quer viver numa mistura de tranquilidade e agitação, principalmente no verão, pois o turismo é bastante valorizado. 

O custo de vida em Aveiro está dentro da média das cidades turísticas. No verão, o clima é quentes e seco, perfeito para aproveitar um passeio ao ar livre, onde podes conhecer as diversas paisagens naturais e a arquitetura interessante que a cidade oferece. O inverno é mais chuvoso e fresco. Ao longo do ano, a temperatura varia na média de 5 a 25 graus. Esta cidade também oferece uma boa rede de saúde, desde hospitais a clínicas particulares especializadas e os centros de saúde para a população.

Chaves

Chaves é conhecida pelos seus banhos térmicos, arquitetura medieval e pontes antigas que encantam e preservam as suas tradições e patrimónios. A cidade do norte, no distrito de Vila Real tem numerosos centros termais para relaxar os músculos e ajudar a curar muitas doenças comuns. 

Um dos seus pontos mais emblemáticos é o Castelo de Chaves, construído no século XIV, de onde é possível apreciar as vistas panorâmicas sobre toda a região. Além do Castelo, não há nada como dar um passeio pela praça principal da cidade onde podes parar para um café ou passear pelo jardim público de Chaves.

Como em todas as outras cidades portuguesas, a gastronomia local encanta qualquer um, com um destaque peculiar para o presunto de Chaves que acompanhado de um bom vinho se torna uma das estrelas desta região. Poderás ter uma qualidade de vida descansada com direito a muitos passeios e aproveitar o melhor desta região o resto da vida. 

Guimarães

Aqui terá nascido D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal e consequentemente é a cidade nasceu a nação. Muitas vezes mencionada como o “Berço da Nação”, tem um centro histórico classificado como Património Mundial da UNESCO e ocupa o segundo lugar do ranking de melhores cidades para reformados em Portugal.

Guimarães faz parte do distrito de Braga e é um ótimo local para morar no interior de Portugal desempenhando um papel fundamental na história lusitana. O Castelo de Guimarães é importante testemunho dos primórdios portugueses e reflete a grandiosidade e riqueza arquitetónica e religiosa da região. 

Com um custo de vida acessível, atmosfera vibrante e cultural, agitação sob medida por conta dos estudantes universitários e a sua proximidade com a Serra da Penha e o Parque Nacional de Peneda-Gerês, esta cidade permite fazer atividades ao ar livre para quem se quer reformar e manter uma vida ativa. 

Portimão

Portimão, uma cidade costeira localizada no Algarve é um destino atraente pelo clima agradável durante praticamente todo o ano e por proporcionar um ambiente confortável. No entanto, para viver a reforma neste lugar é necessário ter em consideração que é uma cidade que está bastante virada para o turismo no verão e onde o custo de vida tende a ser elevado.

Esta cidade do sul de Portugal conta com boa infraestrutura de serviços de saúde, mercados, ótimos restaurantes e lojas. Sem falar nas lindas praias cercada por falésias, que permite desfrutar de boas atividades ao ar livre. Para quem gosta do cheiro a maresia e olhar para o mar assim que acorda, Portimão oferece todos esses benefícios. 

Évora

A capital do Alentejo é considerada Património da Humanidade pela UNESCO por ter a sua fundação datando a Era Romana. Como um dos monumentos mais emblemáticos da cidade encontramos o Templo de Diana que remonta aos tempos romanos, exibindo uma arquitetura gótica e renascentista.

Évora conta com custo de vida acessível e oferece vários pontos de exploração para quem procura ser aposentado num sitio tranquilo e rico em cultura. Com centros de arte, museus, galerias, eventos culturais ao longo de todo ano, clima ameno e ritmo de vida tranquilo é tudo o que podes encontrar nesta esta cidade no Alentejo. 

Direito à reforma em Portugal: quem pode solicitar?

A reforma em Portugal é uma questão de relevância para muitos cidadãos, sendo fundamental compreender quem está apto a solicitar este benefício. Em geral, têm direito à reforma todos os trabalhadores que contribuíram para a Segurança Social por um período mínimo exigido por lei. Esta condição aplica-se tanto a trabalhadores por conta de outrem como a trabalhadores independentes, incluindo ainda os beneficiários do regime dos trabalhadores marítimos e da pesca local.

Para além do tempo de contribuição, outros fatores como a idade e a situação específica de cada trabalhador podem influenciar o processo de reforma.

Por exemplo, existem regras distintas para quem procura a reforma antecipada, a reforma por invalidez ou a reforma devido a carreiras longas. Importa salientar que, em determinados casos, pode ser possível aceder a uma reforma sem penalizações, mesmo antes da idade legal de reforma, desde que se cumpram certos critérios estabelecidos pela Segurança Social.

Idade da reforma em Portugal

A idade normal de reforma, que permite o acesso à pensão de velhice sem penalizações, mantém-se nos 66 anos e quatro meses, de acordo com a Portaria n.º 292/2022, de 9 de dezembro. No entanto, quem acumula, pelo menos 40 anos de anos de descontos beneficia de redução da idade normal de reforma. Nestes casos, aplica-se a chamada idade pessoal de reforma, que permite descontar quatro meses à idade normal de reforma por cada ano civil além dos 40 anos de descontos.

 

Latest article