Thursday, June 20, 2024

Igreja Católica de Portugal indenizará vítimas de abuso sexual

Must read

A instituição abrirá um processo de compensação financeira para crianças e adultos; o valor não foi divulgado

A CEP (Conferência Episcopal Portuguesa) anunciou nesta 5ª feira (11.abr.2024) a criação de um fundo financeiro para compensação de vítimas de abuso sexual em igrejas. A medida foi aprovada de forma unânime. Eis o comunicado (PDF – 127 kb).

Os pedidos de compensação financeira poderão ser apresentados para a Comissões Diocesanas de Proteção de Menores e Adultos Vulneráveis de julho e dezembro de 2024. As denúncias também poder ser apresentadas para o Vita –grupo independente cujo objetivo é acolher as vítimas de violência sexual na Igreja Católica de Portugal. O valor das compensações será decidido por uma comissão de avaliação.

Em declaração oficial, a CEP se comprometeu a prestar auxílio às vítimas. “Em comunhão com o sofrimento das vítimas, os Bispos portugueses reafirmam o total compromisso de fazer tudo para a sua reparação e manifestam o desejo de que este processo de acolhimento, acompanhamento e prevenção seja um contributo para a atuação da sociedade em geral neste tema”, escreveu a Conferência.

Escândalo de abuso sexual da Igreja Católica

Em fevereiro de 2023, a Comissão Independente divulgou um relatório que apontava que ao menos 4.815 crianças foram abusadas sexualmente por integrantes da Igreja Católica em Portugal nos últimos 70 anos. O estudo ouviu mais de 512 depoimentos.

Foi observado que 57,2% das vítimas eram do gênero masculino e 42,2% do feminino. Em Portugal, os 5 distritos com mais vítimas são: Lisboa, Porto, Braga, Setúbal e Leiria.

Latest article